O que é brainstorming (tempestade de idéias) e como aplicar em seus projetos.

Em suma o brainstorming pode ser resumido como “Tempestade de ideias” ou “Toró de Parpites”, popularmente falando. Mas afinal, o que é brainstorming e como você pode aplicar em seus projetos.

 Brainstorming Doutor Getão

É uma técnica de reunião de grupo, criada por Alex Osborn, destinada a estimular a criatividade e obter-se o maior número  possível de ideias e sugestões em curto espaço de tempo. Baseia-se na criatividade livre, sem censura, devendo separar a GERAÇÃO DE IDÉIAS de sua avaliação e utilização.

Ela tem uma base simples e genial como o ovo de Colombo !

Fundamenta-se no fato de que convêm separar mental e cronologicamente em dois momentos bem definidos, os dois aspectos básicos do processo criativo.

  • a produção de ideias
  • as críticas das mesmas

É um fato empírico e cotidianamente observado que as críticas que fazemos às nossas próprias ideias enquanto as vamos elaborando, interrompem o nosso pensamento.

As bases adicionais deste método são: 

  • uma ideia utópica e aparentemente sem pé nem cabeça pode dar origem, num momento posterior, a ideias mais realistas;
  • não só a crítica como também a rotina do pensamento convencional cortam o campo perceptivo. É conveniente, portanto, romper os esquemas culturais;
  • no grupo, as ideias de uns devem atuar como estimulante para os outros;
  • a eliminação, mesmo que seja temporária, do juízo crítico em grupo cria um clima de muita aceitação, de camaradagem, de espontaneidade, de liberação, de euforia e de dinamismo criativo.

Em uma segunda etapa, o mesmo grupo classifica, critica e seleciona. A primeira etapa é “quente”, e quanto mais melhor. Já a segunda é “fria

Finalidade

Coletar ideias e sugestões de todos os participantes do grupo sem críticas ou julgamentos sobre um tema.

Como fazer brainstorming?

 

Definição do Tema

O coordenador da reunião define claramente a questão ou objetivo.

Verifica-se a compreensão  de todos os participantes (o objetivo é deixar os participantes cientes sobre o que vão opinar). É então exposto o tema ou objetivo à vista de todos (por exemplo num flip chart).  Geralmente, isto é feito melhor na forma de perguntas do tipo “por que”, “como” ou “o que”. (“Quais são as maneiras possíveis de se informar e treinar supervisores e empregados horistas em todos os três turnos?” “Como podemos obter todas as informações que precisamos com a frequência necessária para que possamos preencher esses formulários em tempo?”).

O coordenador deve distribuir aos participantes de 5 a 10 cartões em branco para que eles possam anotar as suas ideias à medida que elas forem surgindo ou apenas anotar em flip chart as opiniões.

Fase Criativa do brainstorming

Os participantes anotam quaisquer ideias/sugestões que surgirem na imaginação criadora de cada um. Deve ser dado um tempo específico de aproximadamente cinco minutos. O coordenador deve enfatizar que não deve haver autocensura, mesmo que aparentemente a ideia se figure “tola ou absurda”.

Expressão das Idéias:

A forma de expressão das ideias pode ser abordada de duas formas:

ESTRUTURADA-Nesta forma todas as pessoas do grupo devem dar uma ideia a cada rodada ou “passar” até que chegue sua próxima vez. Isto geralmente obriga até mesmo os tímidos a participarem, mas pode também criar certa pressão sobre a pessoa.
NÃO-ESTRUTURADANesta forma os membros do grupo simplesmente dão as ideias conforme elas surjam em suas mentes. Isto tende a criar uma atmosfera  mais relaxada, mas também há o risco de dominação pelos participantes mais extrovertidos.

Convide todos a apresentarem suas ideias. O facilitador da reunião deve exigir o cumprimento das regras básicas intervindo sempre que necessário (“Nada de discussões! Próxima ideia…”).

Um membro da equipe anota todas as ideias no flip chart, parando apenas para verificar se está correto.

OBSERVAÇÃO: O tempo total da reunião não deve, em geral, ultrapassar 30 minutos. O brainstorming propriamente dito termina aqui. Recomenda-se que os grupos formados sejam pequenos. Pode-se utilizar também o recurso de bilhetes autocolantes, para posterior agrupamento das ideias ou composição de algum planejamento.

Seleção de idéias

  • primeiro crie uma lista de itens e numere cada item.
  • se dois ou mais itens são muito semelhantes, combine-os, mas somente se o grupo concordar que eles são a mesma coisa. (consenso), se necessário, renumere todos os itens.
  • solicite  que cada membro do grupo selecione na lista resultante os itens que gostaria de discutir ou abordar.
  • depois que todos os membros completarem suas opções, em silêncio, apure os votos. Você pode fazer uma votação por contagem de mãos a cada número de item que é chamado.
  • repita esta seleção com a nova lista restante. Continue até restarem apenas alguns itens. Se neste ponto não destacar um item favorito nítido, o grupo deve discutir sobre que item deve receber prioridade máxima.

Regras

 

O que é Consenso?

A meta de qualquer grupo, deveria ser chegar a decisões que melhor reflitam o pensamento de todos os membros do grupo. Chamamos a isto “chegar a um consenso”. É fácil confundir-se sobre o que é ou não é consenso, portanto eis algumas diretrizes:

Consenso é…

Encontrar uma proposta bastante aceitável de modo que todos os membros do grupo possam apoiá-la; nenhum membro se opõe a ela.

Não é…

Uma votação unânime – um consenso pode não representar a prioridade máxima de todas as pessoas.
Um voto majoritário – em um voto majoritário, apenas a maioria obtém algo que a satisfaz, e as pessoas em minoria podem obter algo que absolutamente não querem, o que nada tem a ver com consenso.

Todo mundo completamente satisfeito.

Exige…

  • Tempo.
  • Participação ativa de todos os membros do grupo.
  • Técnicas de comunicação: ouvir, resolver conflitos, facilitar as discussões.
  • Pensamento criativo e mente aberta.

Procurar consenso em uma reunião exige uma estratégia muito diferente do que apenas continuar discutindo até conseguir um voto unânime (ou mesmo um voto majoritário). Para chegar ao consenso, a equipe deve permitir que cada membro participe plenamente da decisão. Isto provavelmente implicará o exame repetido do processo esboçado. Como saber se conseguimos consenso? Provavelmente ninguém ficará completamente satisfeito com a decisão, mas todos podem aceitá-la e apoiá-la.

Quando usar o Brainstorming?

  • na identificação de problemas.
  • na identificação de possíveis causas de um problema.
  • na geração de ideias para desenvolver uma solução efetiva de um problema.

O brainstorming é uma das 10 ferramentas para serem usadas na Gestão de Qualidade. Aproveite para ler um pouco mais neste artigo! Se você gosta de nossos conteúdos não deixem de se increver em nossa lista de e-mails. Além disso aproveite para conhecer um de nossos cursos.

https://www.udemy.com/problem-solving-8d/

 

 

2 comentários em “O que é brainstorming (tempestade de idéias) e como aplicar em seus projetos.”

  1. Pingback: Brainstorming - 5 motivos para usar hoje - DOUTOR GESTÃO

  2. Pingback: O que é Metodologia 8D (Problem Solving) - DOUTOR GESTÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as nossas novidades e ofertas

error: Content is protected !!
Rolar para cima