Folha de Verificação: uma das 7 ferramentas da qualidade

Folha de Verificação

Definição da Folha de Verificação

A folha de verificação é um formulário para o registro  de dados, descomplicado e rápido, facilitando o uso imediato deles e, em alguns casos, sua análise instantânea.

Além da agilidade de coleta de dados e a possibilidade de sua análise imediata, duas outras grandes vantagens do uso da folha de verificação são:

Por que coletar dados com a Folha de Verificação

Os dados são a matéria-prima dos fatos e é nestes que devemos basear as ações para:

  1. reduzir falhas e manter padrões (controle de qualidade);
  2. melhorar padrões (melhoria da qualidade).

Fica claro, então, que a coleta de dados, por mais importante que seja , não é um fim em si mesma.

Para serem úteis, os dados tem que ser processados para nos permitir extrair os fatos.

Um dado só se transforma em fato quando entra em algum tipo de comparação.

                      Folha de Verificação - porque coletar dados

Registro Histórico do Desempenho de um Processo da Folha de Verificação

  • A série de folhas de verificação preenchidas para um determinado processo é uma informação confiável sobre o processo.
  • São dados e fatos que comprovam o que o processo pode efetivamente render.

Ferramenta de Transição da Folha de Verificação

  • A folha de verificação é a “ferramenta de transição de nenhum dado para o uso eficaz de métodos estatísticos”.
  • A folha de verificação é o primeiro passo para se instalar o controle de qualidade baseado em dados e fatos e a mentalidade do pensamento estatístico.

 

Finalidade da Folha de Transição e da Folha de Verificação

A folha de verificação é a opção natural para iniciar a maior parte dos ciclos de solução de problemas.    folha de verficacao - finalidade

Mas nem todas as modalidades de folha de verificação têm a mesma função ou focalizam o mesmo ângulo do problema.  

Quanto à função, os dois tipos de folhas de verificação mais usados são:

  • Tipo I: folha de verificação da variação de um processo.
  • Tipo II: folha de verificação das falhas de um processo.

 

1. Tipo I: Folha de Verificação para Falhas de um Processo

No livro de Hitoshi Kume Statistical Methods for Quality Improvement é definido os principais tipos de folha de verificação.

  • Características Básicas da Folha de Verificação:  Folha de Verificação - como usar

O segundo tipo de folha de verificação é um formulário para o registro eficiente de dados, mas que não enseja uma análise instantânea.

Os dados coletados nesse tipo de folha de verificação podem até ser usados na solução imediata de problemas mais simples, mas não possibilitam uma análise com o nível de detalhes da folha de verificação I.

 

  • Aplicação da Folha de Verificação

A folha de verificação II recolhe dados sobre falhas de um processo. Os dados coletados visam responder às perguntas:

“O que dá errado quando fazemos isso ou aquilo?” “Qual a intensidade de cada uma dessas falhas?”

  • Como Construir uma Folha de Verificação

A confecção de uma folha de verificação é bastante simples. O modelo básico consiste – além do cabeçalho – de três colunas com o seguinte conteúdo:  Folha de verificação - como construir

  • Coluna 1: campo de erros, falhas, defeitos, “problemas” de um processo.
  • Coluna 2 : campo para marcação das quantidades de dados de cada uma dessas falhas.
  • Coluna 3 : subtotal por categoria de falha/erro.

No fim da folha de verificação consta o total geral de dados levantados.

O cabeçalho identifica o tema, o período de coleta dos dados, a fonte e a população observada e outros dados de interesse.

Exemplo: 

Folha de verificação tipo de defeito
Folha de verificação tipo de defeito

1. Tipo II: Folha de Verificação para variação de um Processo

 

Esse tipo de folha de verificação é utilizado quando se quer conhecer e analisar a variação das medidas de uma peça, por exemplo, associado a um determinado processo.

Folha de Verificação Variação de um processo
Folha de Verificação Variação de um processo

Já na parte inferior da folha de verificação, existem colunas que deverão ser preenchidas com as especificações dos pesos e suas variações. Com essas variações, você consegue verificar onde está acontecendo a maior incidência de problemas no processo e se ele está produzindo abaixo ou acima da média. Como resultado, obtém-se outra ferramenta da qualidade, o histograma ou também um gráfico de controle.

 

O importante é que a folha de verificação reflita a realidade do processo. Que mostre o que realmente está ocorrendo. E em qualquer método de solução de problemas, o coleta de dados com a folha de verificação é meio “caminho andado”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as nossas novidades e ofertas

error:
Rolar para cima