4 Passos para elaboração do Diagrama de Causa e efeito

Os objetivos do Diagrama de Causa e Efeito ou 6M’s

1 Diagrama de Causa e Efeito ou 6M’s

O diagrama de causa e efeito relaciona os resultados de um processo às suas causas. 

O diagrama de causa e efeito considera que os problemas sejam classificados em seis categorias, os famosos 6M’s:

  1. Método
  2. Matéria-Prima
  3. Mão de obra
  4. Máquinas
  5. Medição
  6. Meio Ambiente

Pode-se determinar a estrutura ou uma relação de causa e efeito múltipla observando o processo sempre.

É difícil resolver problemas complicados sem considerar esta estrutura, a qual consiste em uma cadeia de causas e efeitos, e um diagrama de causa e efeito é um método simples e fácil de representá-la.

Em 1953, Kaoru Ishikawa, Professor da Universidade de Tóquio, sintetizou as opiniões dos engenheiros de uma fábrica na forma de um diagrama, enquanto eles discutiam um problema de qualidade.

Considera-se como sendo aquela a primeira vez que foi utilizada esta abordagem. Antes disso, os auxiliares do Professor Ishikawa haviam empregado o diagrama para organizar os fatores nas suas atividades de pesquisa.

Quando esse método foi usado na prática, ele provou ser muito útil, e logo o diagrama de causa e efeito passou a ser amplamente utilizado entre as empresas de todo o Japão.

O diagrama de causa e efeito foi incluído na terminologia de Controle de Qualidade da JIS (“Japanese Industrial Standards”) e foi definido como segue.

  • Diagrama de causa-e-efeito : um diagrama que mostra a relação entre uma característica da qualidade e os fatores.
  • O diagrama de causa e efeito é usado atualmente não apenas para lidar com as características da qualidade de produtos, mas também em outros campos, e tem encontrado aplicações no mundo inteiro.

1.1 Finalidade do Diagrama de Causa e Efeito ou 6M’s

O diagrama de causa e efeito é uma ferramenta utilizada para apresentar a relação existente entre um resultado de um processo (efeito) e os seus fatores (causas) que possam afetar o resultado considerado.

O diagrama de causa e efeito é uma ferramenta da qualidade destinada a investigação das causas de um determinado efeito.

O diagrama de causa e efeito é usado para investigar seja um “mau-efeito”, e, portanto, corrigir as suas causas ou um “bom efeito”, e, portanto, incorporar as causas ao processo.

O diagrama de causa e efeito pode ser usado no MASP – Método de Análise e Solução de Problemas

1.2 Como fazer o Diagrama de Causa e Efeito ou 6M’s

Construir um diagrama de causa e efeito útil é uma tarefa fácil.

  1. Pode-se afirmar, com segurança, que as pessoas que têm sucesso na solução de problemas de controle de qualidade são aquelas bem sucedidas na construção de diagramas de causa e efeito úteis.
  2. Antes da introdução dos procedimentos de como elaborar o diagrama causa e efeito, explicaremos a estrutura do diagrama de causa-e-efeito com um exemplo.

1.2.1 Estrutura do Diagrama de Causa e Efeito ou 6M’s 4-passos-para-elaboração-do-diagrama-de-causa-e-efeito-Kaoru-Ishikawa

  1. Um diagrama de causa e efeito também é chamado de “diagrama da espinha de peixe” porque ele se parece com o esqueleto de um peixe, conforme se observa a seguir.
  2. Uma terceira denominação para o diagrama de causa e efeito é “Diagrama de Ishikawa”, em homenagem ao professor Kaoru Ishikawa.

1.2.2 Construção de Diagrama de Causa e Efeito ou 6M’s para Identificação de Causas

  • Passo 1: No diagrama de causa e efeito escreva a característica da qualidade ou problema dentro de um retângulo, no lado direito de uma folha de papel; trace a espinha dorsal direcionada da esquerda para a direita até o retângulo.

diagrama-de-causa-e-efeito-construção-de-um-diagrama-de-causa-e-efeito-para-identificação-de-causas

  • Passo 2: Relacione dentro de retângulos, como espinhas grandes, as causas primárias que afetam as características da qualidade ou o problema definido no item anterior.

diagrama-de-causa-e-efeito-construção-de-um-diagrama-de-causa-e-efeito-para-identificação-de-causas-2

  • Passo 3: Relacione, como espinhas médias, as causas secundárias que afetam as causas primárias.

diagrama-de-causa-e-efeito-construção-de-um-diagrama-de-causa-e-efeito-para-identificação-de-causas-3

  • Passo 4: Relacione, como espinhas pequenas, as causas terciárias que afetam as causas secundárias.diagrama-de-causa-e-efeito-construção-de-um-diagrama-de-causa-e-efeito-para-identificação-de-causas-4

  • Identifique as causas que parecem exercer um efeito mais significativo sobre a característica da qualidade ou problema.

  • Nesta seção utilize o conhecimento disponível sobre o processo considerado e dados previamente coletados, ou colete novos dados.

  • Registre outras informações que devam constar no diagrama de causa e efeito, como por exemplo:

  • Título;

  • Data da elaboração do diagrama;

  • responsáveis pela elaboração do diagrama de causa; e

  • efeito etc.

1.2.3 Notas Sobre o Diagrama de Causa e Efeito ou  6M’s

Sugestões para Construção de Diagramas de Causa e Efeito ou 6M’s

  1. Identifique os fatores relevantes através da investigação e discussão com várias pessoas.

  2. Os fatores que influenciam mais fortemente na característica da qualidade devem ser determinados a partir daqueles listados no diagrama de causa e efeito.
  3. Se um fator for omitido no estágio inicial da discussão, antes que o diagrama de causa e efeito seja construído, ele não aparecerá num estágio posterior.
  4. Portanto, a discussão com todas as pessoas envolvidas é indispensável para a preparação de um diagrama de causa e efeito completo que não tenha omissões.
  5. É necessária uma discussão aberta e dinâmica e um método eficaz para a condução de uma reunião promovida com este propósito, como o brainstorming.
  • Expresse a característica da forma mais concreta possível.

  1. Uma característica expressa em termos abstratos irá apenas resultar num diagrama de causa-e-efeito baseado em generalidades.
  2. Mas ainda que tal diagrama de causa e efeito não contenha erros básicos sob o ponto de vista das relações de causa e efeito, ele não será útil para resolver problemas reais.
  • Elabore tantos Diagramas de Causa e Efeito quantas forem as Características.

  1. Defeitos no peso e no comprimento de um mesmo produto terão estruturas diferentes de causa e efeito, e devem ser analisados em dois diagramas de causa e efeito separados.

  2. A tentativa de incluir tudo num único diagrama de causa e efeito irá resultar num diagrama de causa e efeito impossível de lidar por ser grande e complicado, tornando a solução do problema muito difícil.

  • Escolha característica e fatores mensuráveis no Diagrama de Causa e Efeito.

  1. Após completar o diagrama de causa-e-efeito, é necessário avaliar a intensidade das relações de causa e efeito, objetivamente, usando dados.

  2. Para isso, tanto a característica como os fatores causais devem ser mensuráveis.

  3. Quando for impossível medi-los , deve-se tentar torná-los mensuráveis ou encontrar características alternativas.

  • Descubra fatores que possam ser atacados no Diagrama de Causa e Efeito.

  1. Se a causa que foi identificada não puder ser atacada, o problema não será resolvido.

  2. Para que melhorias sejam alcançadas, as causas precisam ser detalhadas até o nível em que possam ser atacadas, caso contrário, a sua identificação terá sido um exercício sem sentido.

Exemplo:

diagrama-de-causa-e-efeito-exemplo

Sugestões para Uso de Diagrama de Causa e Efeito

  • Estipule objetivamente a importância de cada fator com base em dados.

  1. A investigação dos fatores com base em nossa própria habilidade e experiência é importante, mas é perigoso atribuir-lhes peso somente em função de impressões e percepções subjetivas.

  2. A maioria dos problemas passíveis de solução dessa forma já poderiam ter sido sanados e, consequentemente, o restante dos problemas que permanecem sem solução não poderá se assim atacado.

  3. A estipulação da importância dos fatores de forma objetiva, através do uso de dados, é uma tarefa ao mesmo tempo mais científica e mais lógica.

  • Tente melhorar continuamente o Diagrama de Causa e Efeito com o seu uso.

  1. O uso efetivo do diagrama de causa e efeito auxiliará a enxergar aqueles itens que precisam ser verificados, excluídos ou modificados e, também, a descobrir itens que deveriam ser acrescentados.

  2. É preciso fazer um esforço persistente para melhorar o diagrama de causa e efeito e, por fim, um diagrama de causa e efeito realmente aproveitável poderá ser obtido.

  3. O diagrama de causa e efeito será útil para a resolução de problemas e, ao mesmo tempo, ajudará a melhorar a sua própria habilidade e a ampliar seu conhecimento tecnológico.

 

 

1 comentário em “4 Passos para elaboração do Diagrama de Causa e efeito”

  1. Pingback: Estratificação: 4 passos para essa importante ferramenta da qualidade - DOUTOR GESTÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as nossas novidades e ofertas

error: Content is protected !!
Rolar para cima